8 COMENTÁRIOS

  1. O problema dessa teoria é que o solo deveria ser plano. Se houver um declive desfavorável ao movimento, a gravidade deixará de se tornar uma aliada e tornará um grande oponente.

    • Olá Othon, tudo bom? É uma boa observação.. A teoria de Dominic Raina é bem contestada, mas ele mesmo diz que os egípcios fizeram algo muito parecido e não como tradicionalmente conhecemos.. Abraços

  2. Olá!
    Até ai temos dois tipos de possibilidades à respeito da locomoção das grandes pedras, considerando que cada uma delas pesava em cerda de 100 Toneladas, o que eles usavam para erguelas?

    Att
    Weuster

  3. Oi Lucas td bem ae?Hehe..Pois é,o método descrito por esse Dominic Raina pode ser sim o método empregado pelos antigos egípcios pode ser porque não?É uma possibilidade.Porém é de se dizer que foi encontrada na planície de Gizé o que seria um pedaço da rampa que foi usada durante a construção das pirâmides.E por essa rampa os blocos podem ser movidos tanto pelo método descrito por esse arquiteto ou mesmo pelo mais aceito que é o de arrastá-los usando rolos e água.Mas enfim esperemos que uma evidência arqueológica coloque mais luz sobre essa questão…Hehehehehe…Abraços…

    • Olá Marcelo, tudo certo aqui. Então, na verdade ele tenta explicar como imensos blocos foram arrastados de lugares tão distantes para chegar ao local da construção da grande Pirâmide. Arrastar essas pedras por milhares de kilometros, ao meu ver, parece algo bem fora do padrão de agilidade egípcia. A teoria da rampa, seja interna ou externa é defendida por muitos, mas, construir uma rampa ao redor da Pirâmide é quase tão trabalhoso do que construir a própria Pirâmide. Acredito que com novos achados arqueológicos, essa questão será resolvida em breve. Até mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

*