Zahi Hawass é absolvido do processo que enfrentava..

O tribunal de pequenas causas em Agouza no Cairo, emitiu um decreto ontem, 15 de junho de 2011, afirmando que o Dr. Zahi Hawass, Ministro de Estado das Antiguidades foi declarado inocente das acusações contra ele. Houve um processo em curso relativo à livraria no Museu Egípcio. Em várias ocasiões, o requerente tem levantado acusações contra o Ministério de Estado das Antiguidades (antigo Conselho Supremo de Antiguidades) e contra mim mesmo, como ministro (ex-Secretário Geral). Apesar de uma decisão judicial em novembro de 2010 dizendo que eu era inocente, o requerente continuou a empurrar o seu caso ao tribunal.






Em 08 de junho de 2011, um representante do Departamento de Assuntos Jurídicos do MSA apresentou um documento ao tribunal mais uma vez para provar a nossa inocência. A representação legal do requerente solicitou uma permissão para rever o documento e posteriormente o juiz adiou o caso até hoje. O tribunal tomou uma decisão e hoje, 15 de junho de 2011, fui declarado inocente das acusações contra mim. Hoje é um dia muito especial para mim. O MSA e eu pessoalmente, sempre tivemos a mais alta consideração com as leis do Egito e sempre respeitamos as decisões de nossos tribunais.


Fonte: http://www.drhawass.com

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.