Curso “Arte, religião e cultura material nos tempos de Akhenaton e Nefertiti” – UFRJ

O Laboratório de Egiptologia do Museu Nacional e Laboratório de História das Experiências ReligiosasInstituto de História/UFRJ, com o apoio da Kline Editora, organizaram o curso “Arte, religião e cultura material nos tempos de Akhenaton e Nefertiti”, que ocorrerá na UFRJ, de 11 a 15 de Janeiro de 2016, das 18h às 20:30, na sala 317, ministrado por Gisela Chapot, doutora em História, e por Rennan de Souza Lemos, mestre em Arqueologia.

Curso “Arte, religião e cultura material nos tempos de Akhenaton e Nefertiti”

Ementa do curso: Este curso tem como objetivo aprofundar os conhecimentos sobre um período específico da história faraônica – a época de Amarna – que engloba o reinado do casal real, Akhenaton e Nefertiti. Neste momento, o Disco Solar, o Aton, foi elevado à categoria de deus dinástico, dominando a cena religiosa e artística do período junto à família real. As estruturas da cidade de Amarna podem ser entendidas como formas de expressão dessa nova religião altamente solarizada, como por exemplo os templos a céu aberto e a tumba real, que funcionava como grande receptáculo que emanava os raios do Aton para a cidade inteira. Essa nova concepção religiosa dominava igualmente as cenas das tumbas da elite de Akhetaton, onde a família real desempenhava papéis diversos na iconografia funerária. Ao mesmo tempo, a cidade de Amarna foi palco para experiências sociais diversas da nova religião que culminaram em reinterpretações simbólicas e práticas e em novas possibilidades de ser/agir no mundo. Os cemitérios de Amarna, em consonância com a paisagem sagrada, expressam opções e possibilidades diversas de interação social, seja com o Aton e a família real, ou com outros grupos sociais que garantiriam benefícios e possibilidades de realizações materiais. Seja em âmbito oficial ou não-estatal, Amarna oferece meios para a análise de fenômenos sociais diversos que culminaram em modificações na estrutura social egípcia de períodos posteriores. Aqui, exploraremos detalhadamente esses processos, tanto na esfera da realeza de da elite, quanto na esfera da não-elite, buscando rever teorias em voga e novas propostas interpretativas.

Para taxas e formas de inscrição, acessem:

http://www.klineeditora.com/agenda.html

avatar

Sobre Luiz Fernando P. Sampaio

Natural de Jacareí - SP, é bacharel e licenciado em História pela Unesp "Júlio de Mesquita Filho", FCHS, Franca - SP. Especializando em Ciências da Religião pela PUC/SP- Faculdades de Ciências Sociais - COGEAE. Atualmente é professor da rede Estadual de Ensino de São Paulo e na rede privada, ministrando a disciplina de História. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3998141217790326.