Descoberto esqueleto com deficiência em vitamina C…

O esqueleto de uma criança datando por volta de 3.800 a.C, descoberto em Nag Al-Qarmila, Assuã, pode ser o mais antigo caso de escorbuto (deficiência em vitamina C) do mundo. O ministro de antiguidades, Mamdouh Eldamaty, anunciou hoje que a análise científica feita no esqueleto de uma criança de um ano de idade, revelou uma mudança na forma dos ossos, indicando que ela estava sofrendo de escorbuto.

 

Esqueleto infectado com escorbuto.

Esqueleto infectado com escorbuto.

 

Mindy Pitre, um antropólogo da Universidade de Alberta, disse que a principal razão para a doença ainda não foi revelada, mas que a comida insalubre e o comportamento cultural pode levar ao escorbuto. A descoberta foi realizada pela missão AKAP, liderada por Maria Carmela Gatto da Universidade de Yale e Antonio Curci da Universidade de Bologna.

 

 Fonte: http://english.ahram.org.eg/NewsContent/9/40/183556/Heritage/Ancient-Egypt/Earliest-historical-detection-of-scurvy-discovered.aspx

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.