Ptah

PTAH: É o deus protetor da cidade de Mênfis, onde era o lugar principal de seu culto, porém foi adorado em todo o Egito e Núbia. Segundo alguns estudiosos, Ptah deve ter se originado de algum nomo, sendo considerado protetor dos artesãos e o criador das artes.

Ele foi poucas vezes mencionado nos textos das pirâmides, mas em alguns mitos foi atribuído à ele a criação do universo através da sua fala. Ptah foi o deus principal da tríade de Mênfis, constituída de sua esposa Sekhmet e seu filho Nefertum.

 

Representação de Ptah

 

 

Ptah é representado como um homem mumificado com as mãos segurando um cetro com os símbolos ankh-djed-was (Que significam: Vida, estabilidade e poder). Ptah foi associado a diversos deuses, como Ptah-Hapi (associação ao deus Hapi do Nilo), Ptah-Osíris (associação com o deus Osíris, mostrado no livro dos mortos), Ptah-Sokar (associação que junta os poderes de Sokar no submundo), Ptah-Sokar-Osíris (associação de três deuses, gerando a fusão de atributos de cada um), entre outros. Talvez a associação mais importante tenha sido a de Ptah-Tatenen (associação com Tatenen um deus primordial da terra), essa associação pode ser vista abaixo:

 

Cena da parede da tumba de um dos filhos de Ramsés III (Amun-her-Khepshef) na QV55 onde mostra a associação de Ptah-Tatenen.

 

Autor: Lucas Ferreira

Fontes / Referências:

– HART, George. The Routledge Dictionary Of Egyptian Gods And Goddesses. 2. ed. Publisher: Taylor & Francis Group, 2005.

– REMLER, Pat. Egyptian Mythology A to Z. 3. ed. Publisher: Chelsea House, 2010.

Imagens / Fonte:

http://www.kingtutone.com/clipart/

http://www.neferchichi.com/clipart.html

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.