Egito apresentará um novo pedido formal para a devolução do busto de Nefertiti

CAIRO: O Egito apresentará um pedido formal para a Alemanha com o intuito de obter o busto de 3.400 anos de idade da lendária rainha Nefertiti, disse na terça-feira o ministro de Estado de antiguidades. Zahi Hawass, disse que uma carta seria enviada para a Alemanha para exigir a devolução do busto de Nefertiti, quase um século depois dela ter sido descoberta nas margens do Nilo.

“A solicitação formal deverá ser enviada através do Ministério do Exterior egípcio, na próxima semana, unido com todas as evidências que mostra que a estátua de 3.400 anos de idade, foi contrabandeada para fora do país ilegalmente”, disse Hawass.

Hawass já enviou um pedido à Alemanha em janeiro, em sua qualidade de chefe do Conselho Supremo de Antiguidades, um dia antes do lançamento de protestos contra o regime que levou à destituição do presidente Hosni Mubarak. O governo alemão negou repetidas solicitações do Egito para que o busto volte, insistindo que não há nada de ilegal em sua aquisição.


Busto da rainha Nefertiti, esposa de Akhenaton – Foto AFP


A Alemanha diz que o busto – descoberto em 1912 pelo arqueólogo alemão Ludwig Borchardt – foi comprada legalmente pelo Estado prussiano, e que há documentos que provam isso. Nefertiti, conhecida como uma das grandes belezas da história, era a esposa do faraó Akhenaton, lembrado por ter convertido o seu reino ao monoteísmo com o culto de um deus sol, Aton.

O busto está no topo de uma “lista” de cinco artefatos importantes que estão fora do Egito em exposições e que precisam ser retornados como parte do seu património cultural, segundo autoridades egípcias.


Fonte: http://www.dawn.com

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.