Início Comunicados Nota: Talvez o “novo nome de Faraó” descoberto, não seja uma novidade..

Nota: Talvez o “novo nome de Faraó” descoberto, não seja uma novidade..

11
4
COMPARTILHAR

Ontem correu o mundo a notícia de que um novo nome de Faraó teria sido descoberto. Mesmo não saindo uma nota oficial, o Ministro de Estado de Antiguidades, Mohamed Ibrahim disse aos principais meios de comunicação que se tratava de um novo nome de Faraó. Passada algumas horas da publicação, verificou-se que o “Nome de Trono” da imagem cedida a imprensa era o mesmo nome do Faraó “Tao I” também da 17ª dinastia.


Estamos esperando uma nota oficial sobre o caso. Abaixo vou listar algumas hipóteses que podem ter ocorrido:


1º – A imagem cedida a impressa não é a mesma encontrada. (ocorre muito isso quando a descoberta é recente – utilizam de qualquer imagem apenas para ilustrar a matéria)

2º – Houve um equívoco na interpretação das palavras do Ministro. Ele talvez pudesse estar se referindo a uma nova fonte do nome e não a um novo Faraó (pouco provável).

3º – O Ministro noticiou algo como inédito sem antes verificar mais a fundo se realmente era. Essa hipótese eu quero acreditar que não seja verdadeira, já que há muitas pessoas que trabalham lá e acho pouco provável que ninguém fosse notar isso.

 

Vamos esperar os próximos capítulos dessa história. Qualquer novidade acerca do tema, estarei atualizando para que todos possam estar por dentro.

4 COMENTÁRIOS

    • Olá Néftis, tudo bom? Então, o nome já existia na cronologia sim, o que aconteceu foi que acharam uma inscrição até então “exclusiva” já que o nome aparecia apenas em alguns outros documentos. Até mais.

  1. Dúvida esclarecida. Também espero que a terceira hipótese não seja verdadeira, o difícil é ficar aguardando por mais notícias… Às vezes demoram tanto, mas vou ficar acompanhando seus posts.
    Obrigada pela atenção! Parabéns pelo trabalho. =)

    • Olá Mirian, tudo bom? Verdade, as notícias às vezes demoram demais. Estarei atento a qualquer novidade sobre o tema. Até mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

*