Segurança no Egito é reforçada: Guardas terão armas de fogo..

CAIRO – Os guardas das pirâmides de Saqqara vão abandonar as suas armas de madeira (cassetetes) em favor de armas de fogo. O governo tem reforçado a segurança nos locais históricos para protegê-los de roubos após a Revolução de 25 de janeiro.

Esta mudança na filosofia da segurança foi solicitada depois dos constantes prejuízos que as antiguidades sofreram nos últimos quatro meses. Incentivados pelo sumiço de policiais em meio a revolução, os ladrões de antiguidades entraram em ação em plena luz do dia. Muita coisa foi danificada, incluindo o conteúdo dos túmulos reais.

Saqqara foi o local final de descanso para os mortos durante o Novo Império e período tardio. A nova filosofia de segurança foi anunciada pelo arqueólogo-chefe do Egito, Zahi Hawass, durante a abertura de seis cemitérios reais do Reino Novo e tardio. Hawas revelou que mais de 17.000 guardas foram colocados nos principais sítios arqueológicos em todo o país e estarão equipado com armas carregadas.






Instrutores veteranos do Ministério do Interior vão dar aos guardas, conhecido como ghafir (sentinelas) em treinamento intensivo. Estes guardas, cujo salário mensal foi fixado em 400 (LE) durante anos, também vão contar com um substancial aumento de salário. Os últimos quatro meses têm sido muito assustador para os arqueólogos que trabalham e acampam por lá, porque os guardas não foram capazes de afastar os ladrões. Felizmente, o Exército conseguiu recuperar muitos dos tesouros roubados e garantir um pouco da segurança local.

Hawass acrescentou que a recuperação dos seis cemitérios custou 30 milhões (LE). Uma viga de madeira foi encontrada no interior dos labirintos da pirâmide do rei Djoser da Terceira Dinastia. Hawass declarou que a restauração na pirâmide não foi a primeira. A viga de madeira foi provavelmente colocada lá por volta de 500 aC.


Fonte: The Egyptian Gazette

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.