Casas Egípcias

Casas Egípcias


Os egípcios mais pobres utilizavam madeira e juncos de papiros para construir suas casas. Apesar de pequenas e sem conforto algum, elas supriam a necessidade básica do abrigo. Como em toda a sociedade egípcia, o tamanho e a qualidade do material usado dependiam da classe social à qual a família pertencia. Isso também incluía os deuses, que tinham as suas casas (templos) conforme sua popularidade.

No entanto, a principal-matéria prima utilizada para a construção da maioria das casas e até de palácios era o adobe – tijolo de barro – seco ao sol. Utilizavam pedras para servir de base nas colunas que eram basicamente feitas de madeira, assim como os telhados. A entrada do sol, que iluminava as casas, era propiciada pelas janelas que costumavam ficar perto do teto.



Representação de uma casa simples – Acessado: http://www.greenscollectables.com/proddetail.asp?prod=N25 em 25 de janeiro de 2011.


“Existem algumas cidades que resistiram ao tempo, no entanto, foram construídas para uma finalidade específica, brevemente ocupadas, e, em seguida, abandonadas. Destas: Kahun, Deir el-Medina, aldeia de Amarna e Amarna (a capital construída para o culto monoteísta do faraó Akhenaton), foi possível estudar a arquitetura de suas casas.” (DAVID, 2003, p.228)


Vila de trabalhador de Deir el-Medina – Acessado: http://egyptian-mysteries.com/sites/default/files/medina.jpg em 25 de janeiro de 2011.



As casas nas cidades eram estreitas e muito próximas umas das outras. Esse padrão, que é recomendado em lugares com pouco espaço, pode ser visto no Egito atual, onde famílias constroem casas altas e inacabadas, esperando que algum membro case e continue a construir andares acima. Já quem era rico no antigo Egito, além da casa na cidade, construía enormes casas de campo, decoradas com lindos jardins, piscinas e uma mobília de primeira linha.


Desenho de uma vila com casas de nobres – Acessado: http://www.philae.nu/akhet/Housing2.html em 25 de janeiro de 2011.


As informações adicionais são derivadas de ilustrações de casas que aparecem nas cenas dos túmulos e dos modelos de casas colocadas junto aos pertences do falecido. Às vezes incluem representações de jardins com árvores e piscinas. Parece ter existido dois principais tipos de casas: a casa na cidade, que existia nas cidades estabelecidas há muito tempo, bem como nas cidades construídas para algum fim, e a moradia situada onde havia espaço suficiente para incorporar um jardim. (DAVID, 2003, p.228)


Casa da deusa Ísis (Templo de Philae) - Acervo pessoal.

Casa da deusa Ísis (Templo de Philae) – Acervo pessoal.



Existiam ainda os palácios reais, que eram construídos a mando do Faraó e serviam para abrigar toda a sua família, incluindo esposas secundárias, descendentes e todos os funcionários que trabalhavam no palácio. O Faraó podia ter inúmeros palácios e costumava se mudar de um para outro com certa frequência. Esses palácios, em sua maioria, ficavam dentro dos complexos dos templos.


Quer mais livros sobre o tema? Clique aqui.

Artigos, teses e matérias sobre o antigo Egito? Clique aqui.

 

Autor: Lucas Ferreira

 

Fontes / Referências:

– BAINES, John; MALIK, Jaromir. Cultural Atlas of Ancient Egypt. London: Andromeda Oxford Limited, 2008.

– DAVID, Rosalie. Handbook to life in ancient Egypt. 2 Ed. New York: Facts On File, 2003.

– SHAW, Ian. The Oxford Illustrated History of Ancient Egypt. Oxford: Oxford University Press, 2000.

Sites / Referências:

http://www.reshafim.org.il/ad/egypt/

http://www.oxfordexpeditiontoegypt.com/

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.