Início Antigo Egito Hieróglifos Egípcios

Hieróglifos Egípcios

494
23
COMPARTILHAR

A palavra hieróglifo vem do grego e significa “Escrita Sagrada”. É uma escrita formada por desenhos e geralmente utilizada para escrever fórmulas de oferendas, rituais de passagem, o cotidiano dos Faraós e tudo que era considerado sagrado para os egípcios.

[1] Apenas os escribas, os sacerdotes e os membros da realeza conheciam a arte de ler e escrever os sinais sagrados. A escrita hieroglífica é formada apenas de consoantes e semivogais. Ela pode ser escrita em colunas ou em linhas e inicia tanto da direita quanto da esquerda. O que vai determinar por onde começamos a ler é o lado para o qual os sinais apontam.


Tabela feita por Jean Champollion mostrando os Hieróglifos fonéticos


Os hieróglifos eram utilizados geralmente em templos, pirâmides, sarcófagos e em objetos de valor religioso. Para os assuntos do cotidiano era usado o hierático, uma versão mais simplificada dos hieróglifos, muito comum em papiros. Posteriormente surgiu o demótico, que em grego significa “popular”. A última etapa da antiga língua egípcia foi o Copta, que propiciou a chave para a decifração dos hieróglifos.

Entretanto, existem outras formas da escrita:

No 3º período intermediário algumas inscrições em monumentos foram escritas em hierático, o que constituiu também um ponto de partida para o hierático anormal, utilizado na região de Tebas, e para o demótico, escrita cursiva do Norte a partir de 700, e de todo o Egito por volta de 600. A escrita hierática pode sempre ser transcrita em hieróglifos, embora o resultado não seja o mesmo que um texto originalmente hieroglífico, mas o demótico é auto-suficiente, referindo-se, no máximo, ao hierático. Os hieróglifos cursivos desapareceram por volta do primeiro milênio antes de Cristo, enquanto a escrita hierática foi utilizada até ao fim em textos religiosos; a escrita demótica era utilizada para negócios, literatura e em ocasionais inscrições em pedra.

 

Os hieróglifos chegaram a ter cerca de 6900 sinais. Textos escritos nas épocas dinásticas continham mais ou menos 700 sinais, mas no declínio da civilização egípcia já eram usados milhares de hieróglifos, o que tornava a leitura muito difícil, fazendo com que o tempo se encarregasse de deixar a escrita em total esquecimento até a sua decifração por Jean Champollion.

Principais características dos Hieróglifos:


Organização: Os escribas agrupavam os hieróglifos de maneira que formassem um visual mais harmonioso. Em muitos registros, os desenhos de deuses e Faraós serviam já como Hieróglifo (significado/contexto), não precisando o escriba repetir o nome deles.

Espaçamento: Os hieróglifos não apresentavam espaços entre um sinal e outro. Para indicar onde iniciava e acabava uma palavra, eram usados alguns sinais [2] que determinavam a qual grupo tal palavra pertencia, dando também a ideia do término desta. A forma com que os escribas organizavam os sinais facilitava essa compreensão.

Beleza / Respeito: A beleza dos hieróglifos é o que chama a atenção de todos. A perfeição com que eram reproduzidos é fascinante e encanta pessoas que ainda hoje os usam das mais variadas maneiras (tatuagens, decoração, quadros…). Na escrita Hieroglífica havia também o respeito pelos deuses, que eram retratados sempre primeiro em alguns textos (nomes de Faraós eram mais comuns). É o que os egiptólogos chamam de “Inversão Respeitosa”.

 

Quer mais livros sobre o tema? Clique aqui.

Artigos, teses e matérias sobre o antigo Egito? Clique aqui.

Autor: Lucas Ferreira



[1] – Alguns estudiosos não chegaram a um acordo sobre a quantidade de pessoas que tinham acesso à escrita no Antigo Egito.
[2] – É um grupo de sinais (o assunto é melhor abordado nos textos seguintes sobre os hieróglifos – menu esquerdo)



Fontes / Referências:

– BAINES, John; MALIK, Jaromir. Cultural Atlas of Ancient Egypt. London: Andromeda Oxford Limited, 2008.

– ALLEN, J. P. Middle Egyptian: an introduction to the language and culture of hieroglyphs. Publisher: Cambridge University Press, 2001.

– BBC, Documentary. Chapter 6 – The Secrets of the Hieroglyphs (no Brasil: Capítulo 6 – O Segredo dos Hieróglifos)

Sites / Referências:

http://www.britishmuseum.org  (The Rosetta Stone, British Museum)

http://www.reshafim.org.il/ad/egypt/

– http://hieroglyphs.net

COMPARTILHAR
Próximo artigoOs Barcos de Rá
avatar

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.

23 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria que me enviasse os desenhos de Hieróglifos mais significativos para os ufólogos, pois tenho sonhado com um símbolo que imagino seja hieróglifo.Obrigada

    • Olá Elizabeth, tudo bom? Não sou Ufólogo e não sei quais são os Hieróglifos mais significativos para quem estuda Ufologia. Até mais.

  2. Oi, preciso de sua ajuda. Preciso de duas palavras em hieroglifos com traduçao da pintura “Deuses Egípcios e Escrita Egípcia”. Tem como me ajudar?

  3. Olá, eu adoraria fazer o meu nome e do meu filho em hieróglifos, pois eu teria interesse em tatuá-los. Sou apaixonada pelo Antigo Egito desde de pequena. Espero que possa me ajudar. Muito Grata,

    Noely

    • Olá Noely, tudo bom? Posso te ajudar sim. Qual o nome do seu filho? Me adicione no Facebook para que eu possa estar te enviando.

      Att. Lucas Ferreira.

  4. Parabéns achei o site sensacional.
    Só mais uma coisa: Acha que pode me ajudar a passar para hieróglifos um frase do livro que estou escrevendo?

    Aguardarei sua resposta.
    E PARABÉNS PELO SITE MAIS UMA VEZ, POIS SUAS INFORMAÇÕES TEM ME AJUDADO MUITO.

    • Olá Vinícius, tudo bom? Já nos comunicamos por email certo? Vi essa msg apenas no dia de hoje!

      Att. Lucas Ferreira.

  5. Ola, gostei mto das informacoes! Gostaria de tatuar um texto egipicio antigo, mas nao consigo encontrar nada. Poderia me ajudar? Obrigado.

  6. Queria saber do que era feita a tinta dos hieróglifos e também das pinturas no papiro de que elementos da natureza eles tiravam? Que material eles usavam para escrever (algum tipo de caninho) ?

    Desde já Agradeço por sempre esclarecer minhas dúvidas Lucas

    • Olá Fellipe, tudo bom? A tinta utilizada pelos egípcios era feita de origem animal, vegetal e mineral. São várias cores existente, mas como exemplos podemos pegar o branco que em sua maioria das vezes era feita com a trituração de ossos de animais, o Lápis-Lazuli, um mineral que quando triturado também fornece um pigmento azul e o Khol, que era aquela tinha preta que os egípcios usavam para pintar os olhos, também de origem mineral (Galena). Para escrever usava-se uma pena de cana ou um Papiro alisado. Qualquer dúvida, fique a vontade para perguntar. Até mais.

  7. Estou iniciando uma pesquisa científica sobre hieróglifos egípcios, você poderia me ajudar me dando informações?
    Com desejos sinceros de paz e luz,

    Ana Paula

    • Olá Ana Paula, tudo bom? Claro que possa ajudar sim. Respondi seu e-mail e espero que eu possa estar lhe ajudando. Até mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

*