Artigo: Urbanismo e Cidade no Antigo Egito: Algumas considerações teóricas

Autor: COELHO, L. C. – Artigo: A maioria das antigas cidades egípcias foi construída em áreas próximas ao vale do Nilo, com materiais frágeis como os tijolos de adobe e fibras vegetais. Os dados que temos relativos a elas são escassos, e geralmente são provenientes de assentamentos atípicos, construídos em áreas desérticas por ordem real. Os egípcios deram às suas cidades diversas designações, as quais dependiam, sobretudo, da função dada à localidade, e não de dados estatísticos, como o tamanho de sua população ou sua densidade populacional. Desta maneira, a cidade egípcia deve ser pensada como uma instituição diferente das cidades atuais e mesmo daquelas dos períodos Helenístico e Romano. Neste artigo, debateremos o conceito de cidade, expresso pelos antigos egípcios por meio de denominações linguísticas, da função e da localização da mesma em relação ao Nilo, bem como mostraremos, por meio de exemplos, para que tipos de assentamento cada denominação linguística era utilizada. Para tanto, utilizaremos noções básicas sobre a escrita egípcia antiga, bem como a bibliografia secundária produzida sobre o assunto, baseada principalmente em dados arqueológicos levantados em escavações nessas localidades.

 

Documento: Artigo.

Nome Completo: Liliane Cristina Coelho¹.
Área do Conhecimento: História Antiga.

Download: Clique Aqui.

 

¹ Mestre e doutoranda em História Antiga pela Universidade Federal Fluminense, sob orientação do professor doutor Ciro Flamarion Cardoso. Atualmente desenvolve a pesquisa “Mudanças e Permanências no Uso do Espaço: a cidade de Tell el-Amarna e a questão do urbanismo no Egito antigo”, com auxílio do CNPq. Professora do Curso de Especialização em História Antiga e Medieval das Faculdades Itecne – Curitiba – PR.

 

* Todos os Artigos disponibilizados no site tiveram autorização de seus autores.

 

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.