Início Notícias da Egiptologia Antigo Egito para as crianças..

Antigo Egito para as crianças..

236
10
COMPARTILHAR

A estudante de história e gaúcha Bárbara Lauxen de 25 anos teve a brilhante idéia de levar o Antigo Egito para as crianças de terceira e quarta série. Bárbara hoje conta com a participação de duas amigas e colegas que ajudam a levar o projeto a novas crianças.

O site AntigoEgito.org conduziu uma entrevista com Bárbara sobre todo o projeto idealizado por ela.


1 – Como surgiu a idéia de levar um pouco sobre o antigo egito as crianças?
Bárbara: Bem, Desde minha adolescência, sempre gostei muito de história e o Antigo Egito me fascinava. Ano passado participei de um curso de formação de educadores sociais, pela ONG Parceiros Voluntários, localizada na cidade de São Leopoldo. No final do curso precisamos fazer um projeto e cada participante pode escolher o tema e área para atuar. Foi então que uma antiga idéia minha, a de trabalhar o Antigo Egito de uma forma diferente com as crianças. Na verdade o trabalho com o Antigo Egito é o Carro-Chefe  de um projeto ainda maior, no qual meus parceiros e eu queremos trabalhar outras civilizações e outras temáticas históricas. Nosso maior objetivo é incentivar a criança a gostar de história, a entender que é um direito de todo o ser humano ter acesso a informação, ao que chamo de “Patrimônio Natural”, ou seja, toda a história da humanidade nos pertence por direito. Além disso, ao instigar a curiosidade dos pequenos, vemos que eles buscam mais informações na internet assim como em livros e através de questionamentos aos pais e aos professores. Acabamos por atuar como agentes catalizadores de motivação e interesse por todas as disciplinas e não só, mas principalmente de história.


Projeto Antigo Egito para as Crianças


2 – Qual a media de idade das crianças? os professores participaram? se sim, o que acharam da idéia?
Bárbara: A primeira vez o projeto foi executado de forma voluntária, na Escola Municipal Otília Carvalho Rieth, na cidade de São Leopoldo. A escola abriu as portas e apliquei o projeto com uma turma de terceira séria e outra de quarta série. O projeto trabalhado foi o mesmo, mas com focos diferentes, devido a idade dos alunos. As professoras ficam junto na sala de aula e acabam participando através de exposição dos seus conhecimentos prévios sobre os assuntos, bem como perguntas (Não só os alunos ficam curiosos, Risos). As professoras em questão gostaram muito do projeto e me incentivaram muito e todo esse apoio foi muito importante, uma vez que foi minha primeira experiência com o projeto e também em sala de aula. A equipe diretiva da escola também se engajou; Representei a escola com os alunos do projeto, na semana da educação, na qual ficamos com um espaço no ginásio Municipal de São Leopoldo. De cada turma levei 03 representantes, os quais se caracterizavam com a indumentária egípcia e explicavam aos visitantes sobre o país estudado. A secretaria de Educação da cidade mostrou-se bastante satisfeita com os resultados do projeto, visto o interesse, conhecimento e motivação dos alunos. Na segunda vez, a casa de Cultura Mário Quintana, através da oficina Sapato Florido, abriu muito carinhosamente as portas para o nosso projeto. Trabalhamos com crianças de 6 até 14 anos, num total de 15 alunos, já que o espaço era limitado – Mas é maravilhoso! Dessa vez tive o prazer de contar com duas grandes amigas e colegas, Calane Tavares e Camila Barbosa. Iniciamos as atividades com a exposição do filme  “SCOOBY-DOO: CADÊ A MINHA MÚMIA?” e, após dividimos a turma em 3 grupos e cada uma de nós ficou responsável por uma atividade. A Camila ensinava uma forma rudimentar de Papiro, isto é, ela explicava como o Papiro de verdade era feito e apresentava uma folha de Papiro pronta a eles. Logo após, com folha A4, papel crepom e muita imaginação, fabricavam Papiro improvisados. Já a Calane realizava a fabricação de Cetros, com bastões de papelão e muita tinta. Os alunos reproduziam nos seus cetros, símbolos egípcios, assim como outros desenhos de seu gosto. Eu, enfim, trabalhava com a produção de escaravelhos, utilizando Eva, cola e canetinhas. A atividade teria duração de 02 horas, mas as crianças se envolveram tanto, que chegamos a quase 04 horas de trabalho.


Projeto Antigo Egito para as Crianças


3 – Como foi a reação das crianças? era o primeiro contato delas com o Antigo Egito?
Bárbara: Para a terceira série tudo foi novidade. Trabalho a questão espacial com eles, isto é, trabalho com mapas da América do Sul, África e Mapa Mundi. Logo, eles primeiro localizam o Brasil na América do Sul, o Egito na África e, pro fim, a América do Sul e a África no mapa Mundi. É imprescindível que o aluno se localize, até mesmo para entender o porque de tantas diferenças entre as civilizações. Já a quarta série já tinha um pouco mais de conhecimento e foram para a aula-projeto munidos de informações e com muitos questionamentos.


Projeto Antigo Egito para as Crianças


4 – Vocês pretendem levar o projeto para outros estados?
Bárbara: Nossa, seria um prazer enorme poder levar esse projeto para outros estados” Sim, com certeza gostaríamos de poder atuar em todos o Brasil.


Projeto Antigo Egito para as Crianças


5 – Tiveram algum custo com o projeto?
Bárbara: Na primeira vez, tive um gasto de aproximadamente R$300,00 – Cópias dos polígrafos, tecido para o mini-museu, papiros, impressão de fotos, amuletos egípcios para o mini-museu. Tudo eu paguei e apliquei o trabalho voluntariamente. Já na casa de Cultura, a oficina Sapato Florido ofereceu todo o material e cada monitora recebeu R$70,00. A questão do custo é um problema, pois precisamos de parceiros que financiem os materiais e alguma forma de salário para os monitores. Só não nos dedicamos muito mais aos projetos por falta de verba. E como disse, além do projeto Antigo Egito, temos muitos outros que infelizmente, pelos motivos citados, não conseguimos executar.


Projeto Antigo Egito para as Crianças



6 – Vocês criaram um Mini-Museu com as crianças. Como ele foi montado?
Bárbara: O mini-museu foi montado só na escola com os trabalhos realizados pelos alunos e pelos materiais que eu mesma levei (Fotos, papiros, amuletos, panos). Os alunos se maquiavam como egípcios e apresentavam o trabalho para as turmas que chegavam na sala para visitar a pequena exposição. Interessante ressaltar que o professor de Educação Artística gostou tanto do projeto que nesse ano de 2010 trabalhou toda a arte egípcia com as suas turmas, Senti-me muito honrada.


Projeto Antigo Egito para as Crianças


7 – Qual a expectativa de futuro para essa bela iniciativa de vocês?
Bárbara: Esperamos e estamos trabalhando para isso, conseguir parceiros (Escolas, Empresas, Prefeituras, ONGS) que possibilitem a expansão do projeto e sua sustentabilidade. E ano que vem, vamos contar com mais dois colegas, Guilherme Masi e Lucas Porto. Todos nós somos alunos de História da UFRGS e estamos muitos empolgados, estudando muito, pesquisando e buscando novidades e inovações para os projetos de 2011.


Projeto Antigo Egito para as Crianças


O Site parabeniza essa grande idéia e agradece a gentileza da Bárbara em responder as perguntas sobre o projeto.


Contato:

Tel: (51) 9378-4826 (Bárbara)
E-mail: barbara.lauxen@terra.com.br

10 COMENTÁRIOS

  1. Olá!!!

    Muito interessante o seu trabalho.
    Em setembro farei com meus alunos do 4º ano a nossa feira do conhecimento sobre o Antigo Egito…
    Vc tem materiais, fotos, atividades, etc, que vc tenha desenvolvido com seus alunos que possa me enviar?

    Agradeço desde já.

    Lucilene Martinelli
    Itajubá – MG

    • Olá Lucilene, tudo bom? Muito legal sua iniciativa em levar a cultura do antigo Egito para seus alunos. Não sou professor, mas as atividades relacionadas aos alunos geralmente são feitas com vestimentas, exposições, contos das mitologias, histórias e demonstrações de técnicas utilizadas pelos egípcios como mumificação, artesanato, arquitetura, fabricação do Papiro entre outros. No site você pode encontrar informações para tudo o que foi citado acima e referências de livros que podem lhe orientar melhor. Espero ter ajudado. Até mais.

  2. Tenho 10 anos, e gosto muito da história antiga, principalmente do Egito Antigo. Adimiro muito o trabalho, feito por Barbára. Por este motivo, queria dar-lhe os parabens por esta obra incrivel.

    Felicidades, Scoccs.

    • Que legal! É sempre bom ver alguém novo interessado por essa milenar cultura. Seja bem vindo ao AntigoEgito.org / Até mais.

  3. Muito legal, também sou um admirador de história. Que bom ir incentivando a gurizada a pegar gosto pelo assunto.

    • Muitos que hoje são egiptólogos famosos, começaram na infância a ter o gosto pelo Antigo Egito, graças a trabalhos como esse. Até mais.

    • O trabalho é realmente fantástico. Ficamos felizes em saber que existe pessoas fazendo a sua parte pela história.

DEIXE UMA RESPOSTA

*