Breves considerações sobre Menés/Narmer

Quem é na realidade este faraó tão famoso? Ele é um só ou Menés e Narmer são dois? Durante um tempo eu acreditei que eram dois governantes diferentes. Mas fazendo algumas pesquisas e descobrindo que o faraó tem cinco nomes, a possibilidade de Menés/Narmer serem a mesma pessoa é bem grande. Você sabia que o faraó tinha tantos nomes assim? Os nomes do faraó eram: 1- o nome de Hórus, 2- o nome das Duas Damas, 3- o nome de Hórus Dourado (a origem deste nome ainda não é certa), 4- o prenome, 5- o nome. O prenome era precedido pela titulação Rei do Alto e Baixo Egito e o nome por Filho de Rá. Para saber mais um pouco mais sobre este faraó, nós consultamos o site “Fascínio Egito” e retiramos este excerto:

A tradição, entretanto, chama-o de Menés. Na verdade, as tradições egípcias associam com insistência a unificação do país a um rei de nome Men, o qual os gregos chamaram de Menes. Maneton, o historiador que viveu na época helenística e que elaborou uma lista dos faraós, dá esse nome ao legendário primeiro faraó egípcio. Talvez Narmer fosse o nome de Hórus do rei e Menés o nome de nascimento. Entretanto, não foram encontrados traços da existência desse famoso Menés. Alguns autores consideram que esse nome possa ser um mito que englobe vários soberanos. Por outro lado, — esclarece o historiador Jean Vercoutter — temos documentos que se referem ao período imediatamente anterior à unificação do país. Em Hieracômpolis, que, supõe-se, foi a capital dos reis do Sul dessa época, encontraram-se monumentos que representam um rei chamado Escorpião lutando contra os egípcios do Norte. A autoridade de Escorpião, ao que parece, se estendeu até o norte de Mênfis, e o verdadeiro unificador do país presume-se tenha sido seu sucessor, Narmer.

PALETA DE NARMER

 

PALETA DE NARMER – DESENHO

De registros do reinado de Narmer, o item mais famoso talvez seja a sua Paleta. Este é um item que comprova a união dos reinos do Sul e Norte. É provável que ela seja uma oferenda de agradecimento do rei no Sul sobre o Norte. Ela foi encontrada em Hieracompolis por volta de 1897/1898 por J. Quibell. Confeccionada em ardósia, a Paleta de Narmer mede quase 51cm de comprimento. Sobre a descrição das faces da paleta, recorremos a relatos de Federico Mella (também no mesmo site “Fascínio Egito“):

Sobre uma das faces aparece um rei que, com a coroa vermelha do Baixo Egito, se dirige para os dez inimigos decapitados; na parte central, dois animais estranhos formam com seus longos pescoços uma cavidade onde se depositava o unguento para proteger os olhos das doenças; embaixo, um touro, simbolizando a força do rei, ataca a chifradas os muros inimigos.

Na face oposta, o mesmo rei, com a coroa do Alto Egito, sacrifica um prisioneiro enquanto o deus-falcão (Hórus) lhe apresenta outros seis mil prisioneiros representados em hieróglifos por um rosto barbudo e seis flores do pântano.

O NOME DE MENÉS

Sua esposa provavelmente tenha sido Neithhotep (literalmente: “Neith está satisfeita”), uma princesa do norte do Egito. Inscrições com o seu nome foram encontradas em tumbas pertencentes aos sucessores imediatos de Narmer, Hor-Aha e Djer, insinuando que ela era mãe de Hor-Aha. Narmer teria morrido de forma trágica ao ser atacado por um hipopótamo em uma caçada. Seu túmulo foi encontrado em Abidos. Era uma grande fossa, toda revestida de tijolos, medindo 11 por 9,4 metros, ou seja, com 103,4 m². A tumba de Neithotepe foi encontrada em Naqada e nela foram achados objetos nos quais figuram os nomes de Narmer e do rei Aha, do qual ela era progenitora. Alguns estudiosos afirmam que o nome do rei Minos é derivado de Menés assim como os nomes Tsar e “Czar” são derivados de César. Como não há nenhuma menção de Menés nos registros arqueológicos egípcios, é também possível que seu nome foi derivado de Minos.

—//— Nossas fontes foram: —//—

NARMER:

http://www.fascinioegito.sh06.com/narmer.htm

PALETA DE NARMER:

http://4.bp.blogspot.com/-Q82Usmpxuxk/UZfPcUF-XyI/AAA AAAAAAgA/ArhPuKcVjjs/s1600/paleta+do+rei+ narmer+hp+scan.jpg

PALETA DE NARMER – DESENHO:

http://2.bp.blogspot.com/-h8RaGyiME9E/VXXodCSVSQI/AAAAAAAAF_0/74XAlBXJao8/s1600/Paleta%2Bde %2BNarmer%2Bdesenho.png

O NOME DE MENÉS:

http://www.fascinioegito.sh06.com/ynarmer.gif

Observações: este texto INTRODUTÓRIO foi escrito por uma Historiadora cujo enfoque de pesquisa é o Egito Ptolomaico (que está bem longe historicamente de Menés né gente!). Então, qualquer coisa eu ainda posso editar e trazer outras fontes de pesquisa para quem quiser saber mais sobre esse governante.

avatar

Sobre Luise Rodrigues

Formada em Licenciatura em História (2013/2) e Bacharelado em História (2015/2) pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Especializada em Antiguidade Egípcia (mais especificamente a hibridação de divindades no Egito Helenístico). Atualmente cursando Mestrado Profissional em História pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS). Trabalha com aulas, exposições e palestras sobre o Antigo Egito desde sua graduação.