Início Notícias da Egiptologia Egípcios Negros ou Brancos? Uma pesquisa sobre a memória do Egito antigo…

Egípcios Negros ou Brancos? Uma pesquisa sobre a memória do Egito antigo…

485
65
COMPARTILHAR

Autor: Raisa Sagredo. – Artigo: A singela pergunta “os egípcios antigos eram brancos ou negros?” causa polêmica e desconforto, dentro e fora do ambiente acadêmico. Isso porque se trata de uma disputa no âmbito da mnemohistória (ou como a história é lembrada) por um objeto de prestígio – o Egito faraônico – cujo valor se encontra precisamente na construção e legitimação de identidades modernas/nacionais sob contornos raciais.

Documento: Artigo.

Nome Completo: Raisa Sagredo¹.
Área do Conhecimento: História Antiga.

Download: Clique Aqui.

¹ Mestranda em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e bolsista CNPq.

* Todos os Artigos disponibilizados no site tiveram autorização de seus autores.

65 COMENTÁRIOS

  1. Mas eles foram invadidos pelos hacsios no século 3 q era brancos e só no século 8 foram invadidos pelos núbios q era negros não?

  2. A discussão sobre a cor dos antigos egípcios nem deveria existir. Todas as evidências nos leva a um Egito negro. Já foram realizados exames de todos os tipos. Sem falar no testemunho dos antigos, tais como Heródoto ( pai da história), que disse com tidas as palavras que os egípcios eram negros. Além de Heródoto uma dezena de pensadores antigos falaram a mesma coisa. Nao tem lógica ficar se fantasiando em um Egito branco se na verdade foi negro.

  3. porque mesmo com.evidências científicas e tão difícil aceitar que os egípcios eram negros.
    Qual o problema?
    Alguns dizem até que todos os povos em volta eram negros menos os egípcios e que por causa disso a confusão, ainda não sei o porque disso.será racismo?

      • Nossa, como você é inteligente e um grande conhecedor da historia do Egito antigo,meus parabéns. Sugiro a você publicar ao mundo esta máxima que você escreveu ai em cima.Como é que pode uma afirmação tão sem conhecimento criatura.

  4. Olha, eu cheguei a conclusão (e é a verdade que todos devem aceitar!) que os egípcios eram azuis e agora isso vai fazer uma diferença incrível na vida de todos: Não vai ter mais discussão entre os egos que querem um Egito branco, um Egito sambalelê, um Egito negro…O que importa foi o que deixaram para nos estarrecer, nos informar e nos fazer sentir medíocres..rs..Abraços a todos, muita paz!

    • Oi Men. Não se pode ignorar o fato concreto de que o Egito foi uma civilização negra. O negro teve seu valor na história, não como escravos, mas sim como reis e sábios. A sociedade tem que aceitar essa realidade. Há todos os tipos de provas. Porem o eurocentrismo por enquanto evita declarar. Se tivessem uma única prova de que o Egito foi branco, já haviam declarado. Mas como foi negro, preferem ocultar enquanto puder.

      • E veio vc provar o que eu falei, gosto de pessoas sagazes! As pessoas são assim, tropeçam na pedra e praguejam ela pq a sombra de seus egos é tão grande que não permitem a reflexão de algo que postei, tão simples. Uma criança de 4 anos entenderia..Agora falta vc pegar a pedra e tacar em mim, típico e comum…esperado. Abração, fique aí tentando compreender pq meu tempo agora é curto p te responder. Peça ajuda ai aos seus colegas de partido…att

        • Vc está confundindo os antigos egípcios com os smurfs. Em momento algum os sábios da antiguidade e registros científicos os citam como da raça azul. Rsrs. Só dirigem aos egípcios como negros. Ok

  5. Emerson. Você digitou errado. Eles não eram pardos, mas sim Negros. Dez estudiosis da antiguidade os descreveram dessa forma. Heródoto foi apenas um. Isso pode ser provado. Agora gostaria que vc provasse o que vc fala.
    Os egípcios da atualidade que são pardos. Já fui no sul egípcio 3 vezes em visita a parentes. Mais de 90% daquela população ainda é negra. Eles falam que a miscigenação não chegou até lá.

  6. ???? Desculpe administrador. O problema é que fui responder ao comentário de lucas ferreira e apareceu vc.

    • Olá Henrique Berdinazes, tudo bom? Eu sou o Lucas Ferreira, administrador do site. No entanto, eu não postei nada. Quem respondeu seu comentário foi o Emerson. Até mais.

  7. Lucas Ferreira , já vi que você é um racists que vive de idealismo . O livro História Geral da África foi escrito s partir de exaustiva pesquisa. Não foi rscrito da noite para o dis. Foram décadas de pesquisa séria. Tanto que a UNESCO aprovou e hoje é referência nos educandarios e bibliotecas municipais.
    A cor marron quando desbota fica msis clara. Não tem como uma colocação avermelhada se tornar marron.

    • Henrique Berdinazes, tudo bom? Se você prestar atenção, está me acusando de algo que eu NUNCA DISSE. Quem respondeu seu comentário foi outro LEITOR e não EU! Preste mais atenção antes de comentar. Até mais.

  8. Existem 4 raças humanas: caucasóides, negróides, mongolóides e australóides. Os antigos egípcios pertenciam ao grupo racial humano CAUCASÓIDE!! Basta olhar qualquer estatuária ou desenho. Ai vem um monte de ignorante dizer que os desenhos são “negros” kkkk, no antigo Egito tudo era simbólico inclusive as cores. Existiam 6 cores: vermelho, amarelo, preto, azul, verde e branco. Cada uma representava uma ou mais coisas. Por exemplo, o preto representava fertilidade, boas colheitas e boas novas mas em algumas ocasiões poderia ser maldição e noite. O branco representava simplicidade e espiritualidade. A cor marrom que vocês vêem na verdade sofreu com o tempo, na verdade é vermelho; representava a carne de Seth, vitória, fogo, juventude. Me dói ver esses pardos brasileiros achando que o Egito era pardo… Claro que irão puxar sardinha pro lados deles. Heródoto (o amor dos pardos supremacistas) nunca disse que os egípcios eram negros, a concepção de “negro” veio de KEMET que significa terra negra — isso porque. Terra era negra mesmo, uma tradução livre pra isso poderia ser “bronzeados”. Existem, na verdade, muitas imagens onde mostram os egípcios (claramente representados como tendo a caixa crâniana caucasiana) escravizando, hostilizando, e repremindo os núbios claramente representados como tendo a cabeça negróide!! Olha, esses pardos devem ter lido o livro racista de Diop A História Geral da África — que de geral não tem nada porque só foca no Egito desesperadamente; o livro é pseudo-argumentativo, parcial, inconclusivo, cheios de afrocentrismo — além do mais foi escritos por negros, principalmente por Diop que nem egiptólogo era piorou historiador… Era um estelionatário! O clima do antigo Egito tbm era MUIIIIITO diferente do atual, era verdejante e fértil e o clima bem mais ameno. Sério, não é racismo não… Mas não consigo imaginar um monte de negões horroríficos erguendo e com a mão no queixo pensando como levantar as pirâmides… Queria poder imaginar isso. A imagem da esfinge é o faraó Quefren que é BEEEMMMMMM caucasóide em suas formas. Coloquem a palavra “bronzeado” no vocabulário de vocês urgentemente!! Faz bem!!

    • CLEOPATRA: BLACK, WHITE, GREEK, EGYPTIAN?
      But the question is, with such contrasting and conflicting representations of Queen Cleopatra within art and popular culture, are we any nearer to knowing the facts about the legendary ruler’s true ethnicity and nationality? The latest evidence suggests we are.

      In December 2008, Egyptologist and Senior Assistant Keeper at the Fitzwilliam Museum, Sally Ann Ashton, after a year of painstaking research, created a computer animated 3D image of queen Cleopatra’s head, which she and her team forensically pieced together by interpreting a collection of images drawn from ancient artefacts, including a 2000-year-old ring dating back to Cleopatra’s reign. The resulting graphic is of a striking young woman of mixed ethnicity, with African-style cornrowed hair — very different to the white Cleopatra portrayed by Elizabeth Taylor in the 1963 film. “She probably wasn’t just completely European,” Ashton confirmed. “You’ve got to remember that her family had actually lived in Egypt for 300 years by the time she came to power.” Dr Ashton also stated that the images, which formed part of a British television documentary on Cleopatra, reflected the monarch’s Greek heritage as well as her Egyptian upbringing.

      CLEOPATRA’S REAL ETHNICITY AND NATIONALITY
      In 2009 more interesting facts were uncovered which shed fresh light on queen Cleopatra’s ethnicity and skin color. A research team headed by Hilke Thuer of the Austrian Academy of Sciences revealed evidence that the remains of the queen’s sister, Princess Arsinoe, found in Ephesus, Turkey, indicated that her mother’s skeleton was of African origin. “That Arsinoe had an African mother is a real sensation which leads to a new insight on Cleopatra’s family and the relationship of the sisters Cleopatra and Arsinoe,” Thuer revealed. His assertion that Cleopatra was part-African is also consistent with Ashton’s 3-D model.

      • CARA VC VAI TER QUE ENFIAR SEU RESSENTIMENTO E SEU RACISMO NO… OS EGPCIOS ERAM NEGROS SIM, ACEITA QUE DOI MENOS.

  9. Como disse o antigo historiador HERÓDOTO. A sua visita ao egito. Que descreveu que os EGIPÍCIOS, eram NEGROS de pele mais clara que as dos nubios ETÍOPES.

  10. Essa discussão nem precisaria existir. Os egípcios eram negros de cabelo crespo, olhos inchados, braços curtos e canela fina. Os geandes pensadores da antiguidade , inclusive o PAI DA HISTÓRIA HERÓDOTO , foi claro e disse isso com todas palavras. Nenhuma fonte diz o contrário. Então é questão de bom senso e inteligência aceitar a verdade.

  11. O dia que a palavra valer mais que os fatos , o movimento negro poderá dizer que o mundo inteiro é negro , já que todos saíram da africa um dia. acontece que não existe uma pintura egípcia, nem uma estatua egípcia que os egípcios mostrassem qqr traço da raça negra africana. Nefertite por exemplo.

    • Pelo contrário. Não há imagem antiga de egipcios brancos. Toda a pesquisa leva a um Egito negro. Essa dúvida nem deveria existir.

      • Henrique, muito pelo contrário digo eu! TODAS AS IMAGENS DO ANTIGO EGITO SÃO BRACAS!! PLENAMENTE CAUCASODINIANAS! Pesquise aí conceito de raça, por favor, para não falar essas besteiras!

        • Todas que vejo, com exceção das que foram restauradas e pintadas de amarelo asiático, são nitidamente negras. Quando se trata de méritos, Uma pessoa negra torna se branca. Quando se trata de acusações ou perseguições , uma pessoa negra é nitidamente negra. É ISSO QUE OCORRE .

    • Mais que pessoa mais cabeça de anta,custa entender que vc está está errado¿ e que eles eram mesmo negros ou pardos.Para com essa de querer ser melhor,olha as pinturas e tudo mais inclusive o busto de nefertite é de uma mulher escura.vc nem com todos os estudos pode comprender isso?que pessoa mais sem raciocínio lógico.

  12. Se não me falha a memoria, existe uma obra de arte antiga onde mostra uma pricesa egipcia negra montando (brincando de cavalinho)uma escrava branca. A referida obra sofreu uma alteração na sena “brincando de cavalinho”,a escrava branca assume a posição de princesa e a princesa é colocada no lugar da escrava. Preciso diser mais alguma coisa?

  13. Egito branco e mestiço só depois das invasoes e da estabilidade greco-macedonea,os 3,4 ou mais milenios de maravilhosa histório do antigo Egito é de pupulação totalmente, isso mesmo, totalmente negra..qualquer eitura de documentos históricos da ONU ou alguma instituição seria deixa isso muito claro…só nos meios racistas ou desonestos essa discussão ainda continua..ou para aqueles que não lêem como os egipcios definiam eles mesmos quanto a sua raça
    \etnia

    • Vejo que você é bem informado ou simplesmente não fecha os olhos para a verdade. Parabéns pelo comentário. O antigo Egito foi sim puramente negróide.

    • O dia que a palavra valer mais que os fatos , o movimento negro poderá dizer que o mundo inteiro é negro , já que todos saíram da africa um dia. acontece que não existe uma pintura egípcia, nem uma estatua egípcia que os egípcios mostrassem qqr traço da raça negra africana.

      • Infelizmente a palavra fala mais que os fatos. Dizer que o antigo Egito foi branco não passa de falácias por parte de quem tem o poder da comunicação e manipulação. Hoje as mentes racistas e idealistas estão se abrindo a realidade. O egito foi negro e é o que todos documentos apintam. Inclusive o egito será estudado na história da África. Tive acesso a um livro didático do sexto ano. Fiquei maravilhado, pois o mesmo retratava os egípcios cono negros, isso a partir de pinturas de tumbas. Recentemente assisti ao filme 10000AC. Ocorreu no antigo Egito, 98% dos personagens eram negros. Resumindo, as mentes estão aceitando a realidade.

    • Negros no Egito somente na 25ª dinastia em diante antes de serem completamente expulsos pelos persas e depois pelos gregos

  14. Basicamente os egípcios foram uma das civilizações negras (a maior) que sofreu miscigenação, principalmente, no período de declínio com a invasão persa e posteriormente grega. Infelizmente, muito infelizmente, como essa civilização é uma das maiores da antiguidade, senão a maior, ela foi e é objeto de disputa e instrumento político e racial. É algo real e não estorinha para boi dormir, faz pouco tempo que uma empresa vendeu a mentira de que boa parte da população européia descendia de Tutancâmon e depois isso foi desmentindo por cientistas envolvidos. Boa parte das principais descobertas foram realizadas em um período de extrema segregação racial. Restauradores europeus, americanos e alguns brancos do Oriente restauraram parte das pinturas. O que vemos hoje então? Estranhamente há figuras clareadas, pintadas com cores mais claras. Aparecem supostos faraós ruivos e loiros em pleno Egito antigo e toda representação de tonalidades negras (na verdade a maioria, faz muitos alegarem que eles não se representavam como de fato era. Então há duas ondas de “pesquisadores”, aqueles que querem deixar negras todas as civilizações, e aqueles que querem deixar branca todas as civilizações, poucos são aqueles que admitem uma base negra ou branca com contribuição de outros povos. Creio que mesmo em sua época de maior miscigenação o Egito poderia ser considerado tão negro quanto os Estados Unidos hoje o é branco, embora miscigenados. Mas há ampla evidência de faraós negros e provavelmente negróides desde a I dinastia. Ai hoje se propaga sem qualquer fundamento uma posterioridade de faraós negros apenas com Piye apenas na XXV dinastia.

          • Quanta ignorância, As cabeças foram cortadas e trocadas por rostos Caucasóides. Você se finge de cego.Qualquer dúvida comunique com os espiritos dos antigos historiadores . Até mesmo assim você não aceitará .

    • Tutankamon foi nitidamente negro. Basta olhar seu busto. Nefertit também, embora iluminem seus busto com luz amarela para clarear, a mesma continua negra. O que eu não sabia era que Cleópatra era negra ou tinha sabgue de negros. Saiu recentemente na revista ISTO É. Quem quizer mais detalhes pesquise. É rapido.

  15. Haá! Vale lembrar que as questões raciais no Egito e no mundo antigo se configuravam de forma diferente dos dias de hoje. Não houve período “colonial” tão pouco escravidão negra naquela época. Todos os povos que fossem conquistados por alguma nação
    poderia ser escravizado, fosse negro, branco, indiano, germânico…

  16. Pessoal, não esqueçam das invasões pelas quais o Egito antigo passou. Núbios e etiopes conquistaram o Egito várias vezes. Esses eram povos negros. Entretanto a população branca era também considerável. Na verdade, tudo indica que a população egípcia era bastante diversificada, incluindo também os faraós. Tutankamon, por exemplo era nitidamente negros, segundo imagens, já Ramsés, provavelmente era branco.

    • Olá Luis Augusto, tudo bom? Excelente comentário. Grande parte dos autores atestam essa mescla da civilização. Até mais.

  17. Pelas fotos os egípcios são uma mistura de raças que não se enquadra nas três conhecidas: branca, amarela ou negra.

  18. Ola? Sou negro e neto de egipcios. Meu avo tinha algumas fotos antigas onde pode _ se observar que os egipcios ate alguns seculos passados ainda eram “negros”. Na verdade, nem mesmo na atualidade , nao considero os egipcios do cotidiano brancos. Sao na “grande maioria”, morenos escuros.

    • Olá Henrique, tudo bom? O tema é complexo. Você precisa olhar as inúmeras invasões do Egito por povos “brancos”, os casamentos dos faraós com mulheres estrangeiras e uma série de fatores que envolveu essa mistura. Afirmar que o antigo Egito era negro, é o mesmo que afirmar que o Brasil é indígena (moreno claro, escuro, enfim…). Até mais.

      • Boa tarde Administrador. Me refiro aos egípcios verdadeiros. Os que deram origem a o que hoje conhecemos como Egito branco. Mesmo ocorrendo muita miscigenação, ainda não os considero brancos legítimos: )

        • Olá Henrique, tudo bom? Infelizmente, temos poucas informações do período pré dinástico. Até mais.

    • Egipciostinham pele escura traços caucasoides.

      se a cor da pele é que designa a etnia entaõ os indianos tambem são negros, SQN

  19. sabe qual o problema disso tudo ? é que infelizmente até hj, es pessoas acham que negro é burro, ladrão e idiota, não há misterio quanto a cor dos egipicios, ERAM NEGROS E SAÕ NEGROS ! as pessoas não querem se encurva ou melhor aceitar que aquela civilização tão avançada em sua epoca e que influencia a tua e a minha vida até o dia de hj, eram composta por negros, negros não pensam, negros nasceu pra ser escravos e não escravizar, para ser dominados e não dominar e por ai vai, aquela civilização maravilhosa que inventaram tantas e outras coisas, NÃO PODE SER NEGRO DE JEITO ALGUM !!!!!!!! assim pensam os idiotas até hj, egito é africa, africa é um continente de 95% da população negra, os infelizes afirmam que toda aquela engenharia, medicina, farão, olho de orus, pizza, cervejaria, vidro, calendário, múmia,astrologia e etc NÃO PODE SER COISA DE NEGRO !!!!!! muito bacana, brancos de olhos azuis no deserto resistindo ao calor de 50gruas Celsius, na quela região da africa ????????? eurocentrismo ou pan-africanismo, é tudo falacia, enrolação, eles querer diminuir a cor negra a qualquer custo, não querem dar o braço a torcer e entender que os egipicios são negros e que dtava as ordens no mundo naquela epoca !

    • Olá David Lino, tudo bom? Eu entendo seus argumentos. Entretanto, há muitos pesquisadores negros (posso te enviar os artigos em inglês, se tiver interesse) que jamais afirmariam que os egípcios, de todos os períodos, sem exceção, eram negros. Até mais.

      • Boa noite!Percebo que os seus argumentos são empíricos.Por isso ,peço se possível fazer alguns estudos nos conceitos teóricos desse grande desbravador dos nossos antepassados africanos egípcios. O Cheikh Anta Diop,o cientista que derrubou o racismo científicos ,ao provar que o Egito antigo era uma civilização negra…

        • Olá Rozenildo Teixeira, tudo bom?! Tanto o artigo, quanto os comentários desse que vos fala, também estão pautados em estudos científicos. Diop teve sua teoria revisada por inúmeros acadêmicos e críticos, que enfatizam seu lado “revisionista” e “mítico”. Até mais.

      • Boa tarde Administrador. Concordo com sua colocação. A miscigenação foi crucial no que hoje conhecemos como população egípcia. Mas até hoje , ao sul do Egito, há aldeias totalmente negras. Isso é , não ocorreu a miscigenação.

        • Olá Henrique, tudo bom? Sim. Eu visitei aldeias no Sul que boa parte (mais de 90%) eram negros. Até mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

*