Início Notícias da Egiptologia Amarna: Estudos mostram que a capital de Akhenaton não era um paraíso..

Amarna: Estudos mostram que a capital de Akhenaton não era um paraíso..

76
8
COMPARTILHAR

A análise dos restos mortais de um cemitério na cidade de Amarna acabou de mostrar um novo e perturbador quadro do reinado do famoso faraó monoteísta, Akhenaton. Por volta de 1350 a.C, Akhenaton rejeitou o panteão de deuses egípcios tradicionais e mudou sua capital para Amarna, cerca de 200 quilômetros ao sul do Cairo moderno, onde estabeleceu uma religião dedicada ao culto do deus sol Aton.

 

Esqueletos de Amarna – Acesso em 13 de março de 2013 em http://news.nationalgeographic.com/news/

 

Entalhes nas paredes da antiga cidade egípcia de Amarna retratam um mundo de abundância. Bois são engordados em um quintal de gado. Armazéns cheios de grãos e peixes. Músicos fazem serenata ao faraó em um grande banquete de carne. (National Geographic News)

 

A arte do período de Amarna mostra uma cidade muito diferente da descoberta no cemitério. Restos mortais de crianças mostram que elas estavam desnutridas, atrofiadas e envolvidas em um grau elevado de falta de exercícios. Esqueletos adultos mostram evidências de um trabalho duro e com muitos feridos. “Temos muitas evidências nos esqueletos antigos do Egito que foram relatados até agora”, diz Jerome Rose da Universidade de Arkansas que termina com a seguinte reflexão: “Amarna é a capital do império egípcio. Deveria haver uma abundância de alimentos. Algo parece estar errado.”

 

Matéria completa (em inglês):

http://news.nationalgeographic.com/news/2013/03/130313-ancient-egypt-akhenaten-amarna-cemetery-archaeology-science-world/

 

 

8 COMENTÁRIOS

  1. olá. O bloco afro Olodum está com o tema do carnaval 2017 : SOL AKHENATON OS CAMINHOS DA LUZ! Porem para os compositores que iram disputar o FEMADUM (FESTIVAL DE MUSICA E ARTE DO OLODUM) é uma tarefa difícil ,pois a história do faraó Akhenaton é muito cheia de mistérios e contradições!
    Gostei muito da matéria!

  2. Olá! Saiu mais alguma informação comprovando o artigo acima? Muito estranho essa informação dos esqueletos de Armana;
    Obrigada desde já!

    • Olá Fabricia, tudo bom? Sim. Há outras publicações corroborando com o artigo acima. Em breve postarei no site as novidades sobre Amarna. Até mais.

  3. Há muito tempo eu li em um livro que falava sobre os detalhes da descoberta da tumba de Tuntancâmon que a antiga religião monoteísta de Aton e os hereges expulsos do Egito com a restauração da antiga religião politeísta teria dado origem ao que conhecemos hoje como judaísmo.

    Me pareceram observações forçadas dos autores em tentar provar suas observações… Pode existir alguma correlação?

    • Olá Sybylla, tudo bom? É apenas mais uma teoria. Na minha opinião é uma correlação forçada. Você lembra o nome do livro ou o autor? Até mais.

      • Olá!

        O livro é Tutancâmon, de Andrew Collins e Chris Ogilvie-Herald.

        Achei interessante a teoria, mas me pareceu pouco plausível. Como disse antes, a impressão que tive é que eles tentaram costurar fatos e isso ficou um tanto frouxo. 🙂

        • Olá Sybylla, tudo bom?

          Andrew Collins é conhecido por ser sensacionalista. Seus livros vão de aliens até mistérios em constelações. Não há base científica alguma na grande maioria das suas afirmações. Ele pode estar certo? Quem sabe.. Mas se tratando de provas científicas, suas teorias são nulas. Até mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

*