Livro dos Mortos (Livros do Sair à Luz)

O Livro dos Mortos, como é conhecido popularmente, é o nome dado a uma coletânea de textos e hinos religiosos do antigo Egito, escritos em sua maior parte em rolos de papiros e colocados nos túmulos junto das múmias.

A principal função dos textos era ajudar o morto em sua viagem para o outro mundo, garantindo-lhe uma passagem segura na viagem para o além.


Ritos diante da Tumba – Página do Livro dos Mortos de Hunefer (XIV Dinastia) – www.britishmuseum.org

 

 

“Os antigos egípcios não mencionavam a morte diretamente, ao invés disso, tinham muitos eufemismos. Por exemplo, a margem oeste do Nilo, foi associada a morte (o sol morria lá todos os dias, e os mortos foram enterrados em cemitérios no lado oeste), se alguém morria, era dito que a pessoa tinha “ido para o oeste/ocidente”. Os mortos foram muitas vezes chamados de “Verdadeiros da palavra”. (REMLER, 2010, p.32).


O julgamento após a morte preocupava muito os antigo egípcios. Por isso acredita-se que principalmente os Faraós tinham uma responsabilidade muito grande em vida, de não cometer injustiças com o povo. Os textos eram atribuídos ao deus da escrita, Thoth. Nas eras mais remotas do antigo Egito, apenas os nobres tinham acesso aos textos sagrados, mas com o passar do tempo a população começou a ter acesso também. Todos esses textos eram intitulados pelos egípcios de “Capítulos do Sair à Luz (dia) ou Fórmulas para Voltar à Luz (dia)” (Transliterado: rw nw prt m hrw).




O Livro dos Mortos é datado da época do Império novo e, como já vimos anteriormente no site, os textos contidos nele não foram os primeiros com esse objetivo. Existiram ainda os textos das pirâmides e os textos dos sarcófagos, respectivamente no antigo Império e no médio Império. Alguns textos eram escritos nas paredes e se assemelhavam com a maneira utilizada no antigo Império. Segundo REMLER (2010, p.32), “Cerca de 200 diferentes feitiços ou capítulos aparecem no Livro dos Mortos, mas eles não tem uma ordem fixa.”


Página do Livro dos Mortos  (XXI Dinastia) – Esta cena mostra Nedjmet e Herihor, seu marido (cujo local de enterro nunca foi encontrado) fazendo oferendas para Osíris, Isis e os quatro filhos de Hórus, que também estão assistindo a uma pequena cena da pesagem do coração – www.britishmuseum.org

 

Veja também o ritual de mumificação e julgamento do morto clicando aqui. Abaixo alguns dos Papiros que formam o Livro dos Mortos egípcios.


Papiros (Museu Britânico):


Página do Livro dos Mortos de Nebseny

Papiro do Livro dos Mortos de Padiamenet

Papiro do Livro dos Mortos de Nakht

Papiro do Livro dos Mortos de Nakht

Papiro do Livro dos Mortos de Ani

Papiro do Livro dos Mortos de Ani

Papiro do Livro dos Mortos de Ani

Papiro do Livro dos Mortos de Anhai

Papiro do Livro dos Mortos de Ankhwahibre

Página do Livro dos Mortos de Hunefer

Página do Livro dos Mortos de Hunefer

Papiro do Livro dos Mortos de Nakht

Papiro do Livro dos Mortos de Nedjmet

Vinheta do Livro dos Mortos de Nesitanebtashru




Quer mais livros sobre o tema? Clique aqui.

Artigos, teses e matérias sobre o antigo Egito? Clique aqui.


Autor: Lucas Ferreira



Fontes / Referências:

– BAINES, John; MALIK, Jaromir. Cultural Atlas of Ancient Egypt. London: Andromeda Oxford Limited, 2008.

– BUDGE, Wallis. Osiris, The egyptian religion of resurrection. Publisher: University Books, 1961.

– REMLER, Pat. Egyptian Mythology A to Z. 3. ed. Publisher: Chelsea House, 2010.

– SHAW, Ian. The Oxford Illustrated History of Ancient Egypt. Oxford: Oxford University Press, 2000.

Sites / Referências:

– http://www.britishmuseum.org

http://www.reshafim.org.il/ad/egypt/

http://www.oxfordexpeditiontoegypt.com/

http://scriptorium.lib.duke.edu/papyrus/

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.