Início Notícias da Egiptologia Mais cinco artefatos roubados foram recuperados hoje..

Mais cinco artefatos roubados foram recuperados hoje..

32
0
COMPARTILHAR

Cinco artefatos saqueados a partir da coleção do Museu Egípcio foram recuperados hoje, com a ajuda das forças armadas do Egito e da Polícia de Turismo e Antiguidades. O conselho disse em um comunicado que quatro estátuas de bronze de antigas divindades egípcias e um cetro de bronze roubados em 28 de janeiro foram recuperados para o museu. Segundo foi informado hoje, ainda há trinta e sete artefatos desaparecidos.

Os cincos itens incluem quatro objetos em bronze retratando diferentes antigos deuses egípcios, como Osíris e a deusa gata Bastet. Todos os objetos retornados estão em boas condições, exceto a representação de um carneiro, que foi quebrado em vários pedaços. Com a restauração, os arqueólogos esperam que a estátua possa ser restaurada à sua forma original.

O Diretor Tarek El-Awadi do Museu Egípcio acredita que os outros 37 objetos permanecem no Egito e não foram contrabandeados para fora do país. Ele explicou que quando o museu recupera o objeto que faltava, uma exposição relativa a história do arrombamento em janeiro durante a revolução do Egito vai estar em vigor, bem como todos os objetos recuperados.

“Estou realmente muito grato a polícia e as forças armadas que estão a exercer todos os esforços para devolver o patrimônio do Egito”, disse Mohamed Abdel Fatah, também do museu, desejando que todos os objetos perdidos sejam devolvido em breve.

Ladrões invadiram vários armazéns em todo o país, incluindo uma no Museu Egípcio, depois de uma revolta que derrubou o antigo líder, Hosni Mubarak, deu lugar a saques e à insegurança. Um funcionário de antiguidades disse na semana passada que 800 relíquias roubadas por assaltantes armados de um armazém a leste do Cairo, ainda estavam faltando. Cerca de 300 artefatos, que incluem peças faraônica, períodos romano e islâmico, foram recuperados, disse ele.


Fonte: http://english.ahram.org.eg / http://www.khaleejtimes.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

*