Início Antigo Egito Seth

Seth

807
11
COMPARTILHAR

SETH ou SET: É o deus maléfico do antigo Egito. Inicialmente era visto como um deus bom, mas passou a ser considerado um deus mal quando o mito de Osíris e Ísis começou a se difundir por todo o antigo Egito. Foi retratado também ajudando Rá na luta contra a serpente Apep.

Ele geralmente é mostrado como um animal desconhecido, uma espécie de burro ou cachorro e com um longo nariz lembrando o de um tamanduá. Seth também teve um associação com Sobek (deus crocodilo), que tinha um lado feroz em sua natureza. 

Representação de Seth


Na segunda dinastia o Faraó Peribsen dedicou templos ao deus Seth, tendo em vista que Seth era o deus do alto Egito e segundo alguns estudiosos foi uma tentativa de rebelião, já que o seu antecessor privilegiou o baixo Egito. Em seu serekh, Peribsen não tinha o falcão que simbolizava Hórus, deus do baixo Egito, optando apenas por colocar o animal referente a Seth. Quando os hicsos dominaram o Egito, eles escolheram Seth como o principal deus do Egito.



Seth (Esquerda) e Hórus (Direita), adorando Ramsés II em um pequeno templo de Abu Simbel


O primeiro faraó da décima nona dinastia, Ramsés I, veio de uma família que tinha relações com os sacerdotes de Seth, fazendo com que muitos dos faraós tivessem seus nomes trocados para Seth, como foi o caso de Seti I e Seti II que significam “Homem de Seth”. Segundo REMLER (2010, p. 174) “O animal de Seth estava associado com a cor vermelha, a cor do deserto e animais com pêlos vermelhos e até mesmo os homens com o cabelo vermelho, foram considerados seguidores de Seth”.

Autor: Lucas Ferreira



Fontes / Referências:

– BUDGE, Wallis. Osiris, The egyptian religion of resurrection. Publisher: University Books, 1961.

– HART, George. The Routledge Dictionary Of Egyptian Gods And Goddesses. 2. ed. Publisher: Taylor & Francis Group, 2005.

– MILLARD, Anne. The Egyptians (Peoples of the past). London: MacDonald & Company, 1975.

– QUESNEL, A et al. O Egito: Mitos e Lendas. Editora: Ática, 1993.

– REMLER, Pat. Egyptian Mythology A to Z. 3. ed. Publisher: Chelsea House, 2010.

Imagens / Fonte:

http://www.kingtutone.com/clipart/

http://www.neferchichi.com/clipart.html

Leitura recomendada:

icon icon icon icon icon icon
COMPARTILHAR
Artigo anteriorÍsis
Próximo artigoNéftis
avatar
Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e desenvolvedor de projetos na área da Egiptologia.

11 COMENTÁRIOS

  1. existem demonios ou criaturas semelhantes na mitologia egipcia? e se existem, onde posso saber mais sobre eles?

  2. Para mim estas informações são muito importantes, embora insuficientes, mas como próprio administrador disse, o objetivo do sítio é dar informações científicas, deixando de lado o lado místico, que embora muito bonito, não se tem muito certeza do que se afirma.Eu, como escritor,que me abebero na cultura egípcia para escrever meus personagens, busco as duas, mas, nem por isto vou dizer que as informações aqui não sejam úteis.

  3. A explicação curta até é aceitavel, tendo em vista que, os textos contidos nas câmaras dos faraós tem propriedades misticas, algumas podem ser compreendidos e mesmo, explicados em textos da cabala, que também contem lá os seus segredos por trás de seus escritos “misticos”.

    • Olá Fabio, tudo bom? O site tem o intuito de levar as informações arqueológicas aos leitores. A parte “mística”, cabe a cada leitor interpretar conforme suas crenças. Até mais.

  4. Pessoal, achei meio simplista esse texto… Principalmente pelo imenso conhecimento contido nas simbologias egípcias. A dualidade expressa em varios simbolos e o mundo de contrastes vai muito alem dessa dualidade de deus mal e bom. Onde posso obter mais informações?
    Obrigada!

    • Olá Ana Carolina, tudo bom? A ideia do texto é justamente essa: ser simples. E, o site tem o propósito de facilitar as informações através de fontes confiáveis.

      Quando você cita o “imenso conhecimento contido nas simbologias”, você se refere ao místico e as milhares de teorias sobre os símbolos egípcios?! Cientificamente há poucas informações dos seus reais significados e precisamos ter o cuidado de não fantasiar demais.

      Para um estudo sério e profundo sobre a simbologia egípcia, leia: http://antigoegito.org/livro-religiao-e-magia-no-egito-antigo/

      Até mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

*