Tumba de um escriba real da era Ramesida é descoberta em Luxor.

Uma missão japonesa da Universidade de Waseda descobriu um túmulo particular na necrópole de Tebas em Luxor, disse Mahmoud Afifi, chefe do Departamento de antiguidades, na terça-feira. Afifi diz que o túmulo localizado na área de El-Khokha na margem ocidental do Nilo, é lindamente decorado e provavelmente data do período Ramesida, com base em seu estilo. A inspeção precoce do túmulo sugere que pertencia a um escriba real chamado Khonsu.

 

 

Jiro Kondo, o chefe da missão japonesa, disse a Ahram Online que o túmulo foi descoberto enquanto escavadeiras estavam limpando a área a leste do pátio do túmulo de Userhat, um alto funcionário do faraó Amenhotep III. Ele acrescentou que a equipe também tropeçou em um buraco ligado à parede sul do corredor transversal do túmulo anteriormente desconhecido de Khonsu.

 

 

O túmulo é construído em forma de T em um eixo leste-oeste, com a entrada principal, atualmente coberta de detritos, voltada para o leste. O túmulo mede aproximadamente 4.6m no comprimento da entrada à parede traseira da câmara interna, já o salão transversal medi aproximadamente 5.5m de largura.

Maiores informações (em Inglês): http://english.ahram.org.eg/NewsContent/9/40/257292/Heritage/Ancient-Egypt/Tomb-of-Ramessideera-royal-scribe-uncovered-in-Lux.aspx

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.