O Egito começou o desafio de reconstruir o segundo barco solar de Queóps..

Armados com máscaras e vestidos de macacão, os arqueólogos egípcios e japoneses decidiram nessa segunda-feira entrar na funda cavidade que abriga o segundo barco solar do faraó Quéops (2579 a.C – 2556 a.C), ao pé da Pirâmide no planalto de Gizé. Um quebra cabeça de 600 tiras de madeira que depois de ser removido e restaurado, será montado e exposto ao público dentro de cinco anos.


Trabalho de restauração nas madeiras do segundo barco solar de Khufu. – Foto: Francisco Carrion (Cairo).

 

“Estamos ansiosos para completar os estudos técnicos e as análises da madeira para ver se nada está danificado”, disse Mustafa Amin, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, em castelhano para vários meios de comunicação espanhóis, incluindo ELMUNDO.es . “É maravilhoso. Pode ser considerada como uma múmia que foi desmontada em peças que foram tratadas com produtos para conserva-las”, acrescentou.

A matéria na íntegra encontra-se em: http://www.elmundo.es

Fonte: http://www.elmundo.es/elmundo/2012/02/20/ciencia/1329752866.html

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.