Referências Bibliográficas

As referências bibliográficas são, em sua grande maioria, constituídas por livros/artigos/multimídia, sendo utilizadas por um determinado autor para corroborar o tema abordado. São fontes de conhecimento que fazem com que o autor, em cima do que leu, possa transmitir o assunto com respaldo teórico.

Como sabemos, a internet está cheia de informações que em sua grande maioria não expressam a opinião de seus autores. São milhares de sites que apenas “copiam” e “colam” determinado tipo de texto e nem sequer citam qual a origem deste. Com essa prática, muitas das informações acabam sendo duvidosas e pouco adequadas. Sendo assim, o site antigoegito.org associa cada link com os materiais disponíveis no seu acervo. Os métodos apresentados seguem alguns preceitos básicos para que o leitor possa identificar quando o que está escrito é de minha autoria, como administrador do site, ou quando expressa a opinião de outro autor. Visualmente, os textos são apresentados em uma forma acadêmica, mas sem perder a agilidade que a leitura de artigos na internet proporciona aos interessados.

 

Logo do Site – Veja breve explicação do logo no link: Facebook.

 

O intuito deste site é disponibilizar uma boa base de informações para quem está começando a estudar o antigo Egito. Lembrando que seria impossível para qualquer autor, seja ele quem for, reunir um guia completo sobre a civilização egípcia, que possui no mínimo 5 mil anos de história. Por isso, sempre que sou perguntado sobre qual a melhor forma de estudo sobre o assunto, respondo que o principal é ter uma base inicial e depois ir a fundo nos temas apresentados. Esse aprofundamento pode ser feito de vários modos: estudando através de livros/vídeos de autores renomados, trocando informações com especialistas no assunto ou até mesmo na internet, pesquisando em sites confiáveis (Museus, Egiptólogos, entre outros).

Infelizmente, os conteúdos mais relevantes encontram-se em outras línguas, privando assim grande parte da população brasileira de um conteúdo mais detalhado. Pensando nisso, o site traz notícias traduzidas na íntegra dos principais meios de comunicação que abordam as novidades sobre o Egito. O maior objetivo é levar conhecimento para todos que, como eu, ficam ligados em tudo que envolve essa fascinante cultura. Abaixo segue os livros de meu acervo particular, que utilizo para compor o conteúdo do site. Nessa lista, há artigos/teses/matérias que não são de minha autoria, por isso os textos escritos por mim sempre trazem, no final, a seguinte assinatura: Autor: Lucas Ferreira. Os livros consultados, em sua grande maioria, são publicações em Português, Inglês e Espanhol.

 

Alguns livros do acervo pessoal.

 

 

Livros utilizados para formar o conteúdo do site  (Acervo pessoal):

 

– BAINES, John; MALIK, Jaromir. Cultural Atlas of Ancient Egypt. London: Andromeda Oxford Limited, 2008.

– BONGIOANNI, Alessandro; CROCE, S. M. The illustrated guide to the Egyptian Museum in Cairo. Publisher: American University in Cairo Press, 2001.

– BUDGE, Wallis. Osiris, The egyptian religion of resurrection. Publisher: University Books, 1961.

– DERSIN, Denise (Ed.). Histórias cotidianas às margens do Nilo: 3050-30 a.C., Editora: Folio, 2007.

– ESPAÑOL, Francesca. Saber Ver: A arte Egípcia. Editora: Martins Fontes, 1992.

– GARDINER, Alan. Egyptian Grammar: Being an introduction to the study of Hieroglyphs. Griffith Institute, Ashmolean Museu, Oxford, Third Edition, 1957.

– GRANT, Neil. How They Lived: The Egyptians. Publisher: Mallard Press, 1990.

– HARRIS, J. R. (Org.) O Legado do Egito. Editora: Imago, 1993.

– JAMES, T.G.H. Mitos e Lendas do Egito Antigo. São Paulo: Editora Melhores Momentos, 1993.

– KOENIG, Viviane; AGEORGES, Véronique. Às margens do Nilo: Os egípcios. Editora: Augustus, 1998.

– LEHMANN, Johannes. Os Hititas. São Paulo: Hemus, 1977.

– LUDWIG, Emil. O Nilo: Biografia de um rio. 5ª ed. Editora: Globo, 1948.

– MEYERSON, Daniel. O Linguista e o Imperador. São Paulo: Ediouro, 2005.

– MILLARD, Anne. The Egyptians (Peoples of the past). London: MacDonald & Company, 1975.

– MORLEY, Jacqueline; SALARIYA, David. How Would You Survive As an Ancient Egyptian?.  London: Orchard/Watts Group, 1999.

– NOBLECOURT, D. C. Historia ilustrada de las formas artísticas: 2. Egipto. Madrid: Alianza Editorial, 1990.

– QUESNEL, A et al. O Egito: Mitos e Lendas. Editora: Ática, 1993.

– VERCOUTTER, Jean. O Egito Antigo. Editora: Difel, 1980.

– VALLEJO, Juan. Segredo do Egito: Uma jornada reveladora pela misteriosa terra dos faraós. Editora: Universo dos Livros, 2002.

 

Outras referências que são consultadas:

Fontes / Referências:

– ALLEN, J. P. Middle Egyptian: an introduction to the language and culture of hieroglyphs. Publisher: Cambridge University Press, 2001.

– BAKOS, M. M. (Org.). Egiptomania. São Paulo: Paris Editorial, 2004.

– BAKOS, M. M. Fatos e Mitos do Antigo Egito. 2 ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.

– CARDOSO, C. F. O Egito antigo. São Paulo: Editora Brasiliense, 1986.

– DAVID, Rosalie. Handbook to life in ancient Egypt. 2 Ed. New York: Facts On File, 2003.

– FONTOURA JR, Antonio. Hieróglifos Egípcios: um curso de introdução à leitura e decifração de textos do Antigo Egito. Curitiba: PatolaLivros, 2010.

– HART, George. The British Museum Pocket Dictionary of Ancient Egyptian Gods and Goddesses. British Museum Press, 2001.

– LOPES, M. H. T. O homem egípcio e sua integração no cosmos. Lisboa: Teorema, 1989.

– MCDONALD, Angela. The Ancient Egyptians: Their Lives and Their World, Publisher: British Museum Press, 2008.

– REMLER, Pat. Egyptian Mythology A to Z. 3. ed. Publisher: Chelsea House, 2010.

– SILIOTTI, A. Guía de las Pirámides de Egipto, Barcelona, 1998.

– SHAW, Ian. The Oxford Illustrated History of Ancient Egypt. Oxford: Oxford University Press, 2000.

– SHAW, I.; NICHOLSON, P. Diccionario del Antiguo Egipto, Madrid, 2004.

– SMITH, W. Stevenson; SIMPSON, W. K. Arte y Arquitectura del Antiguo Egipto, Madrid, 2000.

– STROUHAL, E. A vida no antigo Egito. Barcelona: Ediciones Folio, 2007.

– STRUDWICK, N. The Administration of Egypt in the Old Kingdom, Londres, 1985.

 

Sites / Referências:

http://www.reshafim.org.il/ad/egypt/

http://www.oxfordexpeditiontoegypt.com/

http://scriptorium.lib.duke.edu/papyrus/

– http://hieroglyphs.net

http://www.thebanmappingproject.com/

– http://www.phouka.com/tr/egypt/history/

– http://www.globalegyptianmuseum.org

– http://www.brooklynmuseum.org

– http://www.pyramidtextsonline.com/

– http://www.britishmuseum.org/

– http://www.drhawass.com/

 

Imagens / Fonte:

http://www.kingtutone.com/clipart/

http://www.neferchichi.com/clipart.html

 

* Todas as imagens utilizadas para compor o site constam em suas legendas a data de acesso. Caso não haja informação, a imagem é de domínio público ou de direito exclusivo do site.

Autor: Lucas Ferreira

 

avatar

Sobre Administrador

Natural de Criciúma – SC, Graduado e Pós-Graduado em História pela UNIASSELVI – SC, com ênfase no Antigo Egito. Apaixonado pelos antigos egípcios e com planos de em breve estar definitivamente morando/trabalhando no Egito.